Última hora

Última hora

Fascistas gregos investigados por homícidio

Em leitura:

Fascistas gregos investigados por homícidio

Tamanho do texto Aa Aa

Comício anti fascista na baixa da cidade de Atenas termina em confrontos entre a polícia e os manifestantes de esquerda.

A manifestação foi organizada por sindicatos e apoiado por diferentes forças políticas depois da morte de um ativista por um suposto membro do movimento de extrema-direita.

Os manifestantes concentraram-se diante do Parlamento exigindo a proibição do partido Golden Dawn e um processo criminal ao líder e aos membros do partido que estiveram envolvidos em ataques racistas e em atividades ilegais como chantagem e extorsão.

“Estamos com medo de sair de nossas casas. Existem gangues da Golden Dawn em todos os lugares. Batem em pessoas independentemente da sua religião, do sexo.
O Golden Dawn deve enfrentar a lei, antes de sere proibido. Uma maneira serem encontradas as pessoas que continuam a apoiá-los. Eles estão dentro das escolas, envenenam os nossos filhos.”

A polícia anti esquadrão terrorista foi encarregue da investigação criminal do partido nacionalista após alegações de que elementos das forças de segurança nas esquadras da cidade simpatizavam com o movimento e apoiavam a violência.

O repórter da Euronews em Atenas explica que “depois do incidente sangrento que levou à morte de um ativista de esquerda de 35 anos de idade, o partido Golden Dawn está sob investigação pelas autoridades judiciárias gregas. Se for provado algum crime alguns de seus principais membros podem enfrentar até 10 anos prisão”.