Última hora

Última hora

Quénia: 11 atacantes de centro comercial detidos pela polícia

Em leitura:

Quénia: 11 atacantes de centro comercial detidos pela polícia

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia e o exército quenianos puseram ontem fim à ocupação do centro comercial Westgate, em Nairóbi, por um grupo armado islamita.

Ao final de quatro dias de combates, marcados por várias explosões no interior do edifício, as autoridades afirmam ter neutralizado os 16 atacantes, 11 dos quais terão sido detidos.

A polícia prossegue as tarefas para assegurar o edifício, depois dos atacantes terem instalado várias bombas no interior.

O presidente do Quénia declarou três dias de luto nacional em memória das vítimas do ataque:

“A nossa confrontação com os terroristas no centro comercial Westgate provocou 240 vítimas. É com grande tristeza que anunciou que 61 civis perderam a vida, assim como 6 agentes das forças de segurança que se sacrificaram para derrotar os criminosos”, afirmou Uhuru Kenyatta.

O número de mortos poderia elevar-se nas próximas horas quando mais de 60 pessoas permanecem hospitalizadas e se contam outros tantos desaparecidos.

O ataque foi reivindicado pelo movimento islamita Shebab da Somália como uma represália pela presença de tropas quenianas em território somali.

A polícia deteve entretanto mais de uma dezena de suspeitos, alegadamente envolvidos no ataque, entre os quais um cidadão britânico, no momento em que tentava escapar-se do país, por avião.

A investigação concentra-se agora na possibilidade de que os atacantes trabalhassem no centro comercial e vivessem ao lado da instalação.