Última hora

Última hora

Sete mortos em protesto no Sudão

Em leitura:

Sete mortos em protesto no Sudão

Tamanho do texto Aa Aa

Sete manifestantes foram mortos, esta quarta-feira, quando as forças de segurança tentavam dispersar os populares na capital do Sudão, Cartum, e em Oumdurmanno.

Foi o terceiro dia de protesto contra o governo, mais uma jornada que paralisou a capital e acabou por transformar-se num motim.

Desde segunda-feira, morreram dez pessoas nestas manifestações que acontecem na sequência da decisão do governo acabar com as subvenções sobre os preços dos combustíveis.

Na sequência dos protestos, as autoridades sudanesas anunciaram o encerramento das escolas em Cartum até 30 de setembro.

Também as ligações à internet, na capital, estão cortadas, não se sabe se devido a uma falha ou a uma ação deliberada das autoridades, já que os protestos contra o governo têm sido anunciados nas redes sociais.

Este é um dos acontecimentos mais marcantes no país desde a chegada ao poder do general Omar al-Bashir, em 1989.