Última hora

Última hora

Verdes alemães "murcham" após eleições de domingo

Em leitura:

Verdes alemães "murcham" após eleições de domingo

Tamanho do texto Aa Aa

Os verdes alemães entram num outono difícil, marcado pela debandada das principais figuras do partido, após um resultado eleitoral de domingo aquém das expetativas.

O porta-voz, Jurgen Trittin, e as líderes do partido Claudia Roth e Renate Kuenast decidiram abandonar a formação e anunciaram que não vão candidatar-se à liderança no congresso marcado para novembro.

A única sobrevivente do terramoto eleitoral é Katrin Goring-Eckardt que anunciou a sua candidatura para liderar o grupo parlamentar ecologista.

“Os verdes enfrentam um momento difícil e temos que trabalhar arduamente para sair do buraco onde nos encontramos”, afirmou Goring-Eckardt, que rejeita assim seguir os outros líderes.

A situação atual do partido, depois de uma campanha errática, deverá igualmente afastar a possibilidade de uma coligação dos verdes com o partido de Merkel.

O líder da CSU bávara, aliada da CDU descarta hoje, numa entrevista ao Der Spiegel, qualquer aliança com os ecologistas.

Os Verdes tinham obtido 8,4% de votos nas eleições de domingo, abaixo dos 10,7% realizados em 2009, perdendo o estatuto de terceira força política do país, para encontrar-se agora ao mesmo nível da extrema-esquerda do Die Linke.