Última hora

Última hora

FBI revela vídeo de atacante de Washington "controlado por ondas eletromagnéticas"

Em leitura:

FBI revela vídeo de atacante de Washington "controlado por ondas eletromagnéticas"

Tamanho do texto Aa Aa

Os serviços secretos norte-americanos revelaram um vídeo do ataque de 16 de setembro contra o edifício da marinha de guerra em Washington. As imagens, captadas por câmaras de vigilância, mostram o atacante, Aaron Alexis, a percorrer o edifício com a caçadeira com que abateu 12 pessoas, antes de ser morto pela polícia.

Segundo as primeiras conclusões da investigação, Alexis agiu sozinho, sem um alvo definido e sem uma motivação concreta.

“Temos várias indicações que mostram que Alexis acreditava que estava a ser controlado ou influenciado por ondas magnéticas de frequência extremamente baixa ou ELF”, afirmou Valerie Parlave, durante uma conferência de imprensa do FBI.

As inscrições na arma do atacante, relativas às ondas eletromagnéticas, “ELF”, ou ao “fim do pesadelo”, confirmam o perfil psicológico perturbado de Alexis, que declarara ouvir vozes e que tinha sido detido por várias vezes por incidentes com armas de fogo.

As circunstâncias do ataque levaram Washington a rever as regras e controlos de segurança em edifícios sensíveis, reabrindo o debate sobre a falta de controlo sobre os antecedentes criminais e psicológicos dos candidatos à aquisição de uma arma nos Estados Unidos.

Aaron Alexis, que tinha sido expulso da marinha depois de um incidente com uma arma de fogo, pôde comprar uma caçadeira, sem qualquer tipo de problemas, dois dias antes do ataque em Washington.