Última hora

Última hora

Taça América: O dinheiro acabou por fazer a diferença

Em leitura:

Taça América: O dinheiro acabou por fazer a diferença

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de dominar a Taça Louis Vuitton, o Team New Zealand fez o mesmo na primeira semana da Taça América e colocou-se a um triunfo de vencer a mais prestigiada competição de vela do mundo. Como explicar a histórica reviravolta protagonizada pelo Team USA?

Mais que as capacidades náuticas da tripulação, o sindicato norte-americano contou com os milhões de Larry Ellison, o proprietário do Oracle e com os conselhos preciosos de Russell Coutts que conquistou a sua quinta Taça América, agora como diretor desportivo.

Para fazer evoluir o Oracle ao ponto de vencer oito regatas consecutivas, o Team USA teve cerca de 130 pessoas a trabalhar dia e noite e que, para além da motivação, dispuseram de um orçamento estimado entre 125 e 150 milhões de euros, mais do dobro do que dispôs o Team New Zealand. No final, o gigantesco investimento acabou por permitir ao Oracle conservar a Taça América, após a terceira vez na história em que o troféu foi decidido na última regata.