Última hora

Última hora

Abbas reclama na ONU acordo definitivo e fim de expansão dos colonatos israelitas

Em leitura:

Abbas reclama na ONU acordo definitivo e fim de expansão dos colonatos israelitas

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Autoridade Palestiniana reclama um acordo de Paz “completo e definitivo” com Israel, recusando entrar no “turbilhão de um novo acordo provisório que se eterniza”.

Perante a Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, Mahmud Abbas pediu à comunidade internacional para impedir a expansão dos colonatos israelitas.

O presidente palestiniano defendeu que “a comunidade internacional deve manter-se vigilante. Deve condenar e pôr fim a todas as ações no terreno que podem minar as negociações”. Abbas quis deixar claro que se refere “primeiro que tudo, à contínua atividade de construção de colonatos no território palestiniano, sobretudo em Jerusalém”.

Na Cisjordânia, os palestinianos apoiam a posição de Abbas mas, depois de tantos anos de tentativas infrutíferas, muitos duvidam da capacidade para alcançar um verdadeiro acordo de paz.

Um residente de Hebron diz que o presidente da Autoridade Palestiniana “faz o que pode, mas as negociações são fúteis. Não se conseguiu nada nos últimos vinte anos. O Exército israelita entra em Hebron e Ramallah e faz o que quer”.

No ano passado, a entidade palestiniana viu reforçada a posição na Assembleia Geral das Nações Unidas, depois de ver atribuído o estatuto de “Estado observador não membro” da ONU, apesar dos protestos dos Estados Unidos e de Israel.