Última hora

Última hora

Itália: Enrico Letta procura nova maioria no parlamento para solucionar crise política

Em leitura:

Itália: Enrico Letta procura nova maioria no parlamento para solucionar crise política

Tamanho do texto Aa Aa

Itália atravessa uma nova crise política depois da demissão dos cinco ministros de partido Povo da Liberdade, de Silvio Berlusconi.

Com o governo de Enrico Letta a sangrar é necessário encontrar uma solução. Duas hipóteses estão em cima da mesa: ou encontram uma nova maioria parlamentar ou convocam-se eleições antecipadas. Seja qual for a solução, os italianos estão cansados desta instabilidade política, como confirma este italiano: “É uma confusão e vai ser mais ainda quando convocarem novas eleições pois seremos nós que iremos pagar isso, dos nossos bolsos. A crise está aqui e não irá embora, só se fará sentir com mais ou menos intensidade.”

“Creio que Berlusconi calculou mal. Penso que agora vão tentar restaurar o equilíbrio que existia até há poucos dias. Se isso não funcionar, então creio que o presidente vai procurar uma nova solução para encontrar uma maioria para governar. Não nos vejo a ir a votos num futuro próximo,” afirma um italiano.

O primeiro-ministro reúne-se, esta tarde, com o presidente da república. Giorgio Napolitano já deixou claro que reprova a ideia de convocar novas eleições legislativas, sete meses após o último escrutínio. O chefe de estado espera que seja possível encontrar uma nova maioria no parlamento.

O Partido Democrático de Letta tenta agora chegar a acordo com alguns dissidentes do PDL, de Berlusconi e com membros da oposição, como o movimento “5 estrelas” de Beppe Grillo.

Silvio Berlusconi quer novas eleições, “o mais cedo possível”.