Última hora

Última hora

Rússia: Líder da Greenpeace condenado a dois meses de prisão preventiva

Em leitura:

Rússia: Líder da Greenpeace condenado a dois meses de prisão preventiva

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal da cidade russa de Murmansk estipulou, este domingo, dois meses de prisão preventiva para o porta-voz da Greenpeace, Dmitry Litvinov, e cinco outros ativistas.

Na quinta-feira, mais 22 tripulantes do Greenpeace Artic Sunrise receberam a mesma sentença. Os ativistas foram detidos durante um protesto contra a exploração de petróleo em alto mar, no Ártico.