Última hora

Última hora

Alegado espião iraniano presente a tribunal israelita

Em leitura:

Alegado espião iraniano presente a tribunal israelita

Tamanho do texto Aa Aa

O alegado espião iraniano detido pelas forças de segurança israelitas no aeroporto internacional de Tel Aviv foi presente a tribunal.

Os serviços de contraespionagem anunciaram no domingo que a 11 de setembro detiveram Ali Mansouri, um indivíduo com dupla nacionalidade, iraniana e belga, na posse de fotografias da Embaixada dos Estados Unidos e do aeroporto.

As autoridades acreditam que o alegado espião, que alterou o nome iraniano para um belga, Alex Mans, tinha a missão de reunir informação e ajudar na preparação de atos terroristas e que estava a tentar furar o embargo comercial e financeiro.

A notícia da detenção ocorrida há três semanas e o envio do suspeito a um juiz acontece na mesma altura em que o Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu se prepara para discursar na Assembleia Geral da Nações Unidas.

Recorde-se que em Nova Iorque o presidente iraniano, Hasan Rouhani apresentou propostas para solucionar a crise diplomática em torno do seu programa nuclear.