Última hora

Última hora

Defensor da Catalunha independente recebido por comissários europeus

Em leitura:

Defensor da Catalunha independente recebido por comissários europeus

Tamanho do texto Aa Aa

Face ao argumento de que o Presidente da Comissão Europeia não tinha espaço na agenda para o receber, Artur Mas acabou por reunir-se com os comissários Olli Rehn e Maros Sefkovic. Naquela que é a sétima visita a Bruxelas em três anos, o presidente do governo regional da Catalunha nega que tenha vindo defender a causa da independência desta região espanhola.

“Estou aqui para falar sobre o desemprego, a pobreza, a infância, a transparência, a austeridade e sobre a situação a que vamos chegar com todos os cortes que estão a ser feitos. É sobre tudo isso que vim falar, mas se um dos comissários me perguntar – e isso não aconteceu esta manhã – obviamente que falarei sobre o processo político catalão”, afirmou Artur Mas.

O líder acredita que uma Catalunha independente pode manter-se dentro da União Europeia, mas dois comissários europeus disseram, este mês, que tal é impossível no âmbito dos tratados.

Artur Mas admite que “eu não posso garantir de forma absoluta que algo de concreto vai acontecer. Não o posso garantir exatamente porque esse cenário nunca antes se concretizou.”

Mas o presidente do governo regional acrescentou que não acredita que a UE deseje expulsar 7,5 milhões de pessoas. Apesar de Mas continuar a pedir um referendo sobre a independência, o governo de Madrid tem recusado sempre.