Última hora

Última hora

Dissidentes do PDL podem evitar caos político em Itália

Em leitura:

Dissidentes do PDL podem evitar caos político em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

A ala moderada do partido Povo da Liberdade de Silvio Berlusconi pode evitar o caos político em Itália

Essa é pelo menos a convicção do primeiro-ministro e do chefe de Estado numa altura em que o PDL parece cada vez mais dividido.

Uma das possibilidades em cima da mesa passa pelo apoio dos moderados a um novo executivo chefiado por Enrico Letta.

Para Mariastella Gelmini do PDL está tudo em aberto:

“Estou convencida que ainda há margem para encontrarmos uma posição comum com o nosso líder. Uma posição de unidade.”

A demissão dos ministros do partido PdL – a convite de Berlusconi – precipitou a queda do governo liderado por Enrico Letta.

O Presidente procura, agora, alternativas para evitar a dissolução do Parlamento. A atividade governativa foi suspensa e quarta-feira pode ser um dia decisivo no rumo dos acontecimentos já que Letta vai apresentar uma moção de confiança ao Parlamento.

“Em termos políticos Silvio Berlusconi tem uma enorme responsabilidade porque está a colocar os interesses pessoais à frente do país”, refere Roberto Speranza do Partido Democrático

O Partido Democrático de centro-esquerda venceu as eleições legislativas de fevereiro. A formação controla a Câmara dos Deputados, mas precisa do apoio dos dissidentes do PDL no Senado para passar o teste desta quarta-feira.