Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Chelsea em Bucareste para dar um pontapé na crise

Em leitura:

Liga dos Campeões: Chelsea em Bucareste para dar um pontapé na crise

Tamanho do texto Aa Aa

Steaua de Bucareste e Chelsea procuram esta terça-feira os primeiros pontos na Liga dos Campeões depois de ambas as equipas terem sido derrotadas na jornada inaugural.

Os londrinos venceram apenas dois dos últimos sete encontros e a crise começa a fazer-se sentir, com as escolhas de José Mourinho a serem sucessivamente questionadas.

O português respondeu como só ele sabe: “Tento ser sempre honesto. Da mesma forma que tento ser honesto com o Mata e dizer-lhe que vai jogar pelo que fez nos treinos e nos últimos jogos, digo ao De Bruyne que não joga porque não gostei do jogo que fez contra o Swindon e dos últimos treinos. Mas vocês têm esta tendência: só me perguntam pelos que não são convocados.”

Kevin De Bruyne, por opção, e os lesionados Marco van Ginkel e Eden Hazard são os grandes ausentes na equipa inglesa.

Bem diferente é o estado de espírito no Emirates Stadium, onde Arsenal e Nápoles discutem a liderança do grupo, depois de terem ambos vencido o primeiro jogo. Um encontro que marca o regresso de Rafael Benítez a Inglaterra.

Confiança é a palavra de ordem nos gunners, apesar da onda de lesões que afasta Walcott, Cazorla, Oxlade-Chamberlain, Diaby, Podolski e Sanogo. Na equipa italiana, Raúl Albiol e Gonzalo Higuaín irão fazer um teste antes do encontro para saber se estão aptos.

No Estádio do Dragão o FC Porto não se costuma dar mal com o Atlético de Madrid mas desta vez os colchoneros apresentam-se com a moral em alta, depois de terem vencido o Real Madrid. Diego Costa, o herói no Santiago Bernabéu, fica de fora por castigo.

No Grupo H, o primeiro de sempre a reunir quatro antigos vencedores, o Ajax tenta esquecer a goleada sofrida no Camp Nou e recebe o Milan. Bojan Krkić é o único ausente frente aos italianos, que têm sete jogadores afastados por lesão.

Já o Barcelona, regressa a Glasgow para defrontar o Celtic depois do ano passado ter sido derrotado pelos escoceses por duas bolas a uma. Lionel Messi marcou então o tento de honra para os catalães, desta vez fica de fora por lesão.