Última hora

Última hora

Mario Draghi incentiva recuperação da Zona Euro

Em leitura:

Mario Draghi incentiva recuperação da Zona Euro

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Banco Central Europeu (BCE) revelou-se esta quarta-feira confiante de que a Zona Euro vai continuar a consolidar-se. Consciente das dificuldades que ainda pressionam países como Portugal ou Itália, Mario Draghi não as vê, porém, como travões da recuperação económica. Foi nesse sentido que o BCE decidiu manter nos 0,5 por cento a taxa de juro de referência.

“O crescimento real do PIB da Zona Euro no segundo trimestre deste ano foi positivo, depois de ano e meio de recessão. Os indicadores de confiança recebidos até setembro confirmam o crescimento gradual esperado da atividade económica nos níveis mais baixos”, afirmou o líder do BCE.

O conflito que atualmente mantém em suspenso o governo dos Estados Unidos e o consequente investimento da Reserva Federal norte-americana também não passou à margem da reunião mensal do BCE, que esta semana se realizou em Paris e não como habitualmente em Frankfurt. Mario Draghi acredita numa resolução a breve prazo para o impasse no Congresso norte-americano, mas não deixa também de revelar alguma ansiedade pela resolução do processo.

“A suspensão do orçamento dos Estados Unidos é um risco se a situação se arrastar. Neste momento, a impressão é a de que não se vai manter o impasse. Mas, no essencial, se se prolongar, ele vai tornar-se certamente um risco para os Estados Unidos e também para a recuperação mundial”, considerou o presidente do BCE.

A manutenção da taxa de juro de referência no mínimo histórico de 0,5 por cento levou o Euro a valorizar-se esta quarta-feira face ao dólar. A Zona Euro, por sua vez, mantém condições de continuar a financiar-se a baixo custo com o BCE a dar garantias de que esta política de incentivo se poderá manter pelo tempo que for necessário.