Última hora

Última hora

Microsoft sob pressão para afastar Bill Gates

Em leitura:

Microsoft sob pressão para afastar Bill Gates

Tamanho do texto Aa Aa

Bill Gates pode estar na porta de saída da Microsoft, empresa que o próprio fundou há 38 anos ao lado de Paul Allen e na qual se mantém como presidente não executivo. De acordo com fontes próximas da multinacional de software informático, três dos 20 maiores investidores da Microsoft estarão a pressionar o conselho de administração para que o cofundador da empresa seja afastado da empresa.

A notícia surge dias depois de Steve Ballmer, o atual presidente executivo da Microsoft, ter anunciado a reforma para 2014. Ballmer substituiu Gates em 2001 e ao longo dos últimos anos tem vindo a ser contestado face aos fracos resultados da empresa no mercado bolsista.

A jogar agora contra Bill Gates, também o atual maior investidor individual da Microsoft com 4,5 por cento do capital da empresa, estará a ideia dos três investidores não identificados, mas que terão juntos mais de 5 por cento da multinacional, de que o cofundador se tornou um bloqueio ao progresso tecnológico da empresa. A somar a isso, por fim, haverá também o alegado descontentamento de alguns acionistas da Microsoft face ao papel que Bill Gates estará a desempenhar no seio da comissão responsável pela escolha do sucessor de Steve Ballmer.