Última hora

Última hora

Ucrânia prepara acordo com a UE

Em leitura:

Ucrânia prepara acordo com a UE

Tamanho do texto Aa Aa

A economia da Ucrânia prepara-se para viver uma nova fase, com o país a tornar-se membro da Área de Comércio Livre e a assinar o acordo de associação com a União Europeia. Isto pode tornar-se realidade já dentro de um mês, se o país cumprir todos os requisitos.

Vários produtos ucranianos podem em breve atingir um público de 500 milhões de consumidores. Mas o maior desafio é o respeito das normas e padrões da União. Alguns setores podem demorar dez anos a adaptar-se. Um desses setores é o dos laticínios.

Dario Marchetti é diretor-geral da filial ucraniana da Danone e falou à euronews: “A maior diferença é a fonte do leite. Na Ucrânia, 80% vem de produtores individuais, as babushki (avozinhas), que nos fornecem grande parte do leite que é processado hoje em dia. A Danone Ucrânia tem vindo a trabalhar neste setor ao longo dos últimos cinco anos e atraímos investimentos de quase dez milhões de euros. Organizámos cooperativas, que melhoraram muito em termos de qualidade, aproximando-se dos padrões europeus. Isso faz-se com a introdução de máquinas de ordenha e através da formação”

Apesar do entusiasmo com o acordo, o mundo dos negócios na Ucrânia está preocupado com as relações com a vizinha Rússia. O acordo pode transformar a Ucrânia numa placa giratória nas trocas comerciais entre a Rússia e a União Europeia.

“Três quartos dos produtos europeus têm um elemento de inovação. Mesmo se enfrentarmos algumas dificuldades como consequência do acordo, porque qualquer transição de um modelo para outro implica perdas e preocupações, penso que isto pode dar à economia ucraniana um novo impulso para o crescimento”, explica
Gennadiy Chyzhykov, presidente da Câmara Ucraniana do Comércio.

Ao mesmo tempo, o Partido Comunista da Ucrânia tem-se mobilizado para pedir um referendo. A Ucrânia faz parte da União Aduaneira com a Rússia e a Bielorrússia e pode vir a perder este estatuto se entrar para a Área de Comércio Livre com a União Europeia.