Última hora

Última hora

Grécia: Prisão preventiva confirmada para o líder da extrema-direita

Em leitura:

Grécia: Prisão preventiva confirmada para o líder da extrema-direita

Tamanho do texto Aa Aa

O líder do partido da extrema-direita grega, Aurora Dourada, ficou em prisão preventiva enquanto aguarda julgamento. Nikos Mihaloliakos compareceu perante um juiz, em Atenas, para responder às acusações de pertença a uma “organização criminosa”.

Mihaloliakos foi a tribunal algumas horas depois de quatro outros deputados da formação neonazi serem formalmente acusados do mesmo crime. No exterior, a esposa de Mihaloliakos e centenas de militantes do partido manifestaram-se com palavras de ordem contra o governo e a comunicação social.

Em prisão preventiva ficou também Yannis Lagos, suspeito de envolvimento na morte, a 18 de setembro, do músico e militante antifascista Pavlos Fyssas. Este homicídio motivou, pela primeira vez, uma ofensiva do executivo contra o Aurora Dourada, ao qual são imputados, nos últimos anos, vários atos de violência contra imigrantes e militantes de esquerda, em total impunidade.