Última hora

Última hora

Madagáscar investiga linchamento de dois europeus em Nosy-Be

Em leitura:

Madagáscar investiga linchamento de dois europeus em Nosy-Be

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades de Madagáscar estão a investigar as circunstâncias do assassínio de três homens, dois dos quais, cidadãos franceses, na quinta-feira, numa ilha no norte do país.

As vítimas foram torturadas e linchadas por dezenas de pessoas, antes dos corpos serem queimados, na pequena ilha de Nosy-Be.

Segundo os primeiros dados, os três homens teriam sido acusados pela multidão do rapto e morte de uma criança, nos últimos dias, na região.

As autoridades francesas confirmaram hoje que as duas vítimas europeias tinham a nacionalidade francesa, sendo um deles um franco-italiano.

O governo de Madagáscar abriu um inquérito ao incidente não confirmando para já nenhuma das versões sobre a responsabilidade dos ocidentais na morte da criança, ou num eventual tráfico de órgãos.

O crime, que levou França a aconselhar os seus cidadãos a evitar a zona turística, ocorre num momento em que o país mais pobre de África regista um aumento da violência face ao agravar da crise política e económica no país.