Última hora

Última hora

Quénia: motins em Mombaça depois de assassinato de imã radical

Em leitura:

Quénia: motins em Mombaça depois de assassinato de imã radical

Tamanho do texto Aa Aa

Mombaça viveu esta sexta-feira violentos motins que resultaram em, pelo menos, quatro mortos. A igreja do Exército da Salvação, na segunda cidade do Quénia, de maioria muçulmana, foi queimada durante os distúrbios.

A mesma igreja já tinha sido atacada e saqueada durante os motins de Agosto de 2012.

Ao início da noite, as forças de segurança pareciam ter conseguido restabelecer uma calma precária, mantendo ainda uma forte presença nas ruas. O chefe da polícia de Mombaça disse que foram efetuadas 24 detenções.

Segundo a Cruz Vermelha, vários dos feridos que chegaram ao hospital foram atingidos com balas e há relatos de detonações, de origem desconhecida.

Os motins acontecem depois do assassinato a tiro, na noite anterior, de um imã radical. Cheikh Ibrahim Ismail era considerado o sucessor de Aboud Rogo Mohamed, figura do Islão radical de Mombaça, acusado de ligações com os insurgentes islamitas do Al-Shabaab e assassinado em circunstâncias semelhantes em Agosto do ano passado.