Última hora

Última hora

Judo: Belga Ilse Heylen alcança novo recorde de medalhas em Tachkent

Em leitura:

Judo: Belga Ilse Heylen alcança novo recorde de medalhas em Tachkent

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro dia do Grande Prémio de Tachkent sorriu à israelita Shira Rishony. A judoca hebraica, que já tinha alcançado uma medalha de bronze no fim de semana passado em Almaty, no Cazaquistão, foi ao Uzbequistão conquistar uma medalha de ouro na categoria de -48 kg. Na final, a judoca israelita venceu a cazaque Alexandra Podryadova.

Nos -52 kg o triunfo sorriu à belga Ilse Heylen que não deu hipóteses à israelita Gili Cohen e conseguiu um novo recorde. A judoca belga conta agora 44 medalhas em eventos internacionais. As medalhas de bronze foram para a israelita Roni Schwartz e para a indiana Kalpana Devi Thoudam.

Os adeptos da casa exultaram com com a conquista da primeira medalha para o Uzbequistão, na categoria -60 kg, Homens. Sharafuddin Lutfillaev derrotou o ucraniano Hevorh Hevorhyan com um ippon e obteve a primeira medalha de ouro numa competição internacional. O degrau mais baixo do pódio foi ocupado pelo brasileiro Diego Santos e pelo mongol Kherlen Ganbold.

O dia acabou em grande para os judocas uzbeques. Na categoria -66 kg Mirzahid Farmonov imobilizou o mongol Batgerel Battsetseg no combate derradeiro e fez soar novamente o hino da casa. O brasileiro Leandro Cunha e o esloveno Andraz Jereb conquistaram as medalhas de bronze.