Última hora

Última hora

Tunísia: Governo e oposição negoceiam governo de unidade

Em leitura:

Tunísia: Governo e oposição negoceiam governo de unidade

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tunísia, o governo e a oposição assinaram um documento que dá início a três semanas de negociações para a formação de um governo de unidade nacional até às próximas eleições.

É o resultado de vários meses de pressão sobre o governo dos islamitas moderados do partido Ennahda.

Os sindicatos vão ter também um papel importante nestas negociações: “Não há outra alternativa para os tunisinos ou para os partidos políticos, além de um diálogo nacional que afaste os perigos de novos problemas para o país e de ingerência estrangeira”, diz Sami Tahri, da central sindical UGTT.

As manifestações contra o governo subiram de tom no verão, depois do assassínio de duas importantes figuras da oposição.

Os opositores do Ennahda acusam o governo de não fazer o suficiente para deter os grupos radicais. A oposição acusa também o Ennahda de querer impor um programa islamita ao país.

Os Tunisinos derrubaram o presidente Ben Ali em 2011, numa das primeiras revoluções da chamada “Primavera Árabe”.