Última hora

Última hora

Forças norte-americanas capturam extremista da rede Al-Qaida

Em leitura:

Forças norte-americanas capturam extremista da rede Al-Qaida

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos principais cabecilhas da rede al-Qaida, Abu Anas al-Liby, foi capturado na Líbia. Al-Liby era procurado pelas autoridades em conexão com os atentados de 1998 contra as embaixadas norte-americanas no Quénia e na Tanzânia. A sua cabeça estava a prémio por cinco milhões de dólares.

A captura surge na sequência de uma ofensiva contra extremistas em África.

Os ataques tiveram lugar na Líbia e na Somália.

As informações foram confirmadas pelo Pentágono.

Na Somália, as forças norte-americanas estiveram envolvidas em combates na localidade de Barawe, a sul da capital, Mogadishu. Não há contudo notícias da captura de figuras de relevo.

O ataque foi igualmente confirmado por um porta-voz das milícias Al-Shabaab.

A ofensiva na Somália estaria relacionada com o ataque contra um centro comercial em Nairobi há duas semanas e no qual pelo menos 67 pessoas morreram.

O ataque contra o centro comercial Westgate foi reivindicado pelo líder das milícias, Ahmed Godane.

Godane afirmou que o ataque foi feito em retaliação ao envio de forças quenianas para a Somália.