Última hora

Última hora

Judo: Dia do Brasil em Tachkent

Em leitura:

Judo: Dia do Brasil em Tachkent

Tamanho do texto Aa Aa

Foi o dia do Brasil na segunda jornada do Grande Prémio de Tachkent em judo. Ketleyn Quadros foi a judoca mais forte na categoria de -57 kg. No combate para a medalha de ouro a brasileira defrontou a americana Hana Carmichael. O confronto terminou com um ippon ao fim de um minuto. O último degrau do pódio foi ocupado pela croata Andrea Bekic e pela cazaque Nazgul Kubasheva.

Mariana Barros também brilhou na capital do Uzbequistão. A final de -63 kg colocou novamente uma brasileira e uma americana frente-a-frente. O desfecho foi idêntico. Hanna Martin não conseguiu evitar um ippon e no pódio ouviu-se o hino do Brasil. A australiana Hilde Drexler e a cazaque Marian Urdabayeva conquistaram as medalhas de bronze.

À terceira foi de vez. Após duas finais perdidas os Estados Unidos conseguiram finalmente uma medalha de ouro em -81kg. Travis Stevens impôs-se ao iraniano Nejad Ghasemi, com um ippon. Os combates para a terceira posição foram ganhos pelo alemão Hannes Conrad e pelo uzbeque Yakhyo Imamov.

O público da casa deliciou-se com a final de -90 kg, pois era certo que se iria escutar o hino do Uzbequistão. Sherali Juraev levou a melhor sobre Erkin Doniyorov, ao derrotar o compatriota com um waza-ari e um yuko. As medalhas de bronze foram para o uzbeque Dilshod Choriev e para o tajique Komronshoh Ustopiryion.