Última hora

Última hora

Síria: Assad admite erros

Em leitura:

Síria: Assad admite erros

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente sírio, Bashar Al-Assad, admitiu que ambos os lados cometeram erros no conflito que afeta o seu país.

As revelações são avançadas numa entrevista ao semanário alemão de atualidade, “Der Spiegel”, com publicação prevista para esta segunda-feira.

O presidente sírio falou igualmente dos papéis desempenhados pelos Estados Unidos e Rússia no conflito. Para Assad, a Rússia é descrita como país amigo e o ocidente é encarado com desconfiança.

Assad sugeriu que a Alemanha tinha um papel a desempenhar ao nível da mediação no conflito.

Durante a entrevista, Assad adiantou que poderá antecipar eleições presidenciais a realizar antes do final do seu mandato que termina em agosto do próximo ano.

Quanto à possibilidade de uma solução negociada com a oposição, Assad deixou claro que está fora de questão.

O presidente continuou a negar a utilização de armas químicas acusando os rebeldes da utilização de gás Sarin.