Última hora

Última hora

Iémen responsabiliza a Al-Qaida pelo assassinato de um alemão e pelo sequestro de um funcionário da UNICEF

Em leitura:

Iémen responsabiliza a Al-Qaida pelo assassinato de um alemão e pelo sequestro de um funcionário da UNICEF

Tamanho do texto Aa Aa

No Iémen, o responsável pela segurança da embaixada da Alemanha foi, este domingo, abatido a tiro, num ataque com a assinatura da Al-Qaida que as autoridades presumem tivesse por objetivo sequestrar a embaixadora alemã. Noutro incidente próximo da capital, Sana, um funcionário da UNICEF foi raptado.

No bairro diplomático de Sana, uma testemunha afirma que “três desconhecidos entraram no centro comercial e seguiram” o segurança alemão “durante 10 minutos. Quando este saiu do edifício, os três homens “dispararam contra os seguranças do centro comercial que procuraram refúgio no interior”, deixando o cidadão alemão à mercê dos atacantes que acabaram por o atingir “no peito e na cabeça” antes de “fugirem”.

As autoridades desconfiam que o ataque teria por objetivo raptar a embaixadora alemã que não se encontrava no país. O governo do Iémen acusa a Al-Qaida do ataque que custou a vida ao segurança alemão e também do sequestro, nos subúrbios da capital de um cidadão da Serra Leoa que trabalha para a UNICEF.