Última hora

Última hora

Lampedusa: detido capitão da embarcação

Em leitura:

Lampedusa: detido capitão da embarcação

Tamanho do texto Aa Aa

Aumentou para 250 o número de corpos resgatados ao largo da ilha italiana de Lampedusa.

A bordo da embarcação que naufragou na semana passada seguiam cerca de 500 imigrantes clandestinos.

Os sobreviventes – cerca de centena e meia – identificaram, entretanto, o capitão do barco: um tunisino de 35 anos. O homem que se encontrava num centro de acolhimento foi, entretanto, detido.

Um sobrevivente conta como tudo aconteceu:

“Na embarcação estavam 520 pessoas. A viagem de Tripoli até aqui demorou 24 horas. No entanto, e ao largo da ilha o barco sofreu uma entrada de água e o capitão queimou um cobertor para pedir ajuda. As chamas propagaram-se e as pess
oas começaram a saltar para o mar. Passaram dois navios, mas ninguém nos ajudou.”

O tunisino também conhecido como “o homem branco” terá conduzido os imigrantes – oriundos da Eritreia e da Somália – até à Líbia onde embarcaram com destino à Europa. O homem é acusado de homicídio múltiplo e de ajuda à imigração ilegal.