Última hora

Em leitura:

Operação afasta Kirchner da cena política durante um mês


Argentina

Operação afasta Kirchner da cena política durante um mês

Foram muitos os que esta terça-feira se concentraram junto ao Hospital Universitário da Fundação Favaloro, em Buenos Aires, onde a chefe de Estado argentina está a ser operada.

Cristina Kirchner de 60 anos foi internada depois de ter sido detetado um hematoma no cérebro provocado por uma queda em agosto.

Nos próximos 30 dias, a presidência vai ser assumida interinamente pelo número dois do governo.

“Senti necessidade de vir até aqui para apoiar a nossa Presidente e para lhe agradecer tudo o que tem feito por nós. Por ter dedicado a vida ao país em detrimento da própria saúde e em prol de uma sociedade de um país melhores”, afirma Mirta Eguia.

“O marido Nestor deu a vida por este país e não quero que aconteça o mesmo a Cristina Kirchner”, acrescenta Dario Lewers.

Kirchner – que sucedeu ao marido – assumiu a presidência da Argentina em 2007 e cumpre, atualmente, o segundo mandato.

A chefe de Estado é obrigada a ausentar-se do cargo numa altura em o seu partido, Frente para a Vitória, é dado como o grande perdedor das legislativas parciais agendadas para 27 de outubro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Tensão política e violência nas Maldivas