Última hora

Última hora

Tribunal russo rejeita liberdade condicional para ativistas da Greenpeace

Em leitura:

Tribunal russo rejeita liberdade condicional para ativistas da Greenpeace

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça russa rejeita a liberdade condicional para 30 militantes ecologistas, acusados de pirataria depois de terem ocupado uma plataforma petrolífera da Gazprom durante um ato de protesto. Os arguidos incorrem numa pena de 15 anos de prisão, quando a organização Greenpeace denuncia um processo sob acusações absurdas e sem fundamento.