Última hora

Última hora

Portugal recebe Israel com atenções voltadas para o Luxemburgo

Em leitura:

Portugal recebe Israel com atenções voltadas para o Luxemburgo

Tamanho do texto Aa Aa

Chegou a hora de todas as decisões na corrida ao mundial de dois mil e catorze. Portugal recebe Israel no Estádio de Alvalade e só a vitória interessa, de preferência com um deslize da Rússia no Luxemburgo.

É verdade que um empate é suficiente para garantir o segundo lugar do grupo F mas na equipa das quinas ainda se sonha com o primeiro lugar. Mesmo que uma hipotética ajuda dos russos seja cada vez menos provável.

Para o encontro de sexta-feira, Paulo Bento apenas garantiu a titularidade de Antunes e a manutenção do esquema de jogo, o mesmo de sempre. É a continuidade possível numa equipa que entre castigados e lesionados, não pode contar com seis dos titulares nos últimos jogos a doer, João Pereira, Bruno Alves, Fábio Coentrão, Raul Meireles, Vieirinha e Hélder Postiga.

Em Colónia, a Alemanha recebe a República da Irlanda e está a uma vitória de jogar pela primeira vez um Campeonato do Mundo no Brasil, depois de ter sido impedida de participar em 1950.

Os alemães são os claros favoritos mas a Irlanda ainda tem hipóteses, ainda que muito remotas de se qualificar. O segundo lugar do grupo deverá ser discutido entre Suécia e Áustria, que se defrontam em Solna.

Quem parece estar de regresso ao topo do futebol mundial é a Bélgica, que precisa de conquistar apenas um ponto em Zagreb para garantir o primeiro mundial em 12 anos. Apesar de terem aquela que muitos apelidam como a melhor geração de sempre, os “diabos vermelhos” estão obrigados a fazer história, nunca antes venceram na Croácia. Ambas as equipas já têm lugar no play-off assegurado.

A Dinamarca, em luta acesa com a Bulgária pelo segundo lugar do grupo B, recebe a Itália já qualificada. Os búlgaros deslocam-se a Erevan para defrontar a Arménia.

A Hungria procura o primeiro mundial em vinte e oito anos mas para isso está obrigada a vencer em Amesterdão, Turquia e Roménia estão à espreita.

No Grupo E, uma vitória em Tirana garante a qualificação à Suíça, de resto tudo em aberto. Só o Chipre está fora da corrida.

Grécia e Bósnia-Herzegovina continuarão a sua luta titânica pela vitória no grupo G, em teoria a equipa de Fernando Santos tem uma partida mais complicada, em casa frente à Eslováquia.

Ucrânia e Polónia medem forças num encontro escaldante em Kharkiv, no Estádio de Wembley a Inglaterra recebe o Montenegro e terá de fazer melhor que o nulo de dois mil e dez.

Em Maiorca, os campeões do mundo em título recebem a Bielorrússia mas o triunfo ainda não será suficiente para garantirem a qualificação.