Última hora

Última hora

F1: Sequelas do acidente de 2012 causam morte a María de Villota

Em leitura:

F1: Sequelas do acidente de 2012 causam morte a María de Villota

Tamanho do texto Aa Aa

María de Villota morreu na sequência de lesões neurológicas provocadas pelo acidente que sofreu em 2012. O anúncio foi efetuado em comunicado pela família da antiga piloto de Fórmula 1.

Familiares e amigos de María de Villota estiveram presentes este sábado no cemitério de San Fernando, em Sevilha, onde se procedeu à incineração dos seus restos mortais antes de serem trasladados para Madrid.

María de Villota era piloto de ensaios da equipa Marussia. Em julho do ano passado sofreu um grave acidente no Reino Unido com um monolugar de fórmula 1. Esta sexta-feira foi encontrada sem vida num quarto de hotel em Sevilha, onde se encontrava para participar numa conferência.

A espanhola tinha-se casado há três meses e na segunda-feira iria lançar um livro intitulado “Nunca desistir dos sonhos”.