Última hora

Última hora

Vietname celebra o último herói do comunismo

Em leitura:

Vietname celebra o último herói do comunismo

Tamanho do texto Aa Aa

O Vietname despede-se do último grande herói nacional comunista, que deverá ser enterrado este domingo.

O corpo do general Vo Nguyen Giap foi exposto esta manhã ao público, em Hanói, para uma última homenagem por parte das altas personalidades do país, como líder do partido comunista, ou o presidente do Vietname, Truong Tan Sang.

O estratega das duas vitórias militares do país, contra as tropas coloniais francesas e mais tarde contra os soldados norte-americanas, faleceu há uma semana, aos 102 anos de idade.

Milhares de pessoas acompanharam o funeral de estado, nas ruas de Hanói, através de ecrãs de televisão espalhados pela capital.

Uma despedida difícil, não só para os vietnamitas, como explica um turista italiano:

“Nos anos 60 e 70, nas ruas, gritávamos ‘Giap, Giap, Ho Chi Minh, Vietname vencerá’ e o Vietname venceu os norte-americanos e isto representou uma esperança para a minha geração e para toda a humanidade”.

O funeral de estado realizou-se no segundo dia de luto nacional decretado pelas autoridades e antes do enterro do general Giap, este domingo, na sua terra natal, no centro do país.

“Estou de luto assim como o país inteiro pelo general Giap. Ele era não só um comandante mas também um irmão para todos nós”, afirma um residente de Hanói.

Mais de cem mil pessoas deslocaram-se esta semana à antiga casa do general, no centro da capital, em sinal de respeito para com o homem que, frente a franceses e americanos, se tornou num símbolo da independência e da resistência para a maioria dos vietnamitas.