Última hora

Última hora

Ciclone Phailin obriga a meio milhão de deslocados na Índia

Em leitura:

Ciclone Phailin obriga a meio milhão de deslocados na Índia

Tamanho do texto Aa Aa

O ciclone Phailin já fez, pelo menos, cinco mortos desde que começou a atingir a costa leste da Índia. As autoridades decidiram deslocar mais de meio milhão de pessoas.

O golfo de Bengala está em alerta máximo. O Estado de Orissa é para já a região mais afetada. 450.000 pessoas tiveram de abandonar as casas onde viviam. A autoridade para a prevenção dos desastres naturais está a fazer tudo para evitar uma tragédia em larga escala: “Os nossos serviços nunca deslocaram tantos meios para um só desastre como agora – cerca de 2300 pessoas, incluindo todo o tipo de pessoal, desde médicos e socorristas a técnicos, com equipamento de busca e salvamento”, disse o vice-presidente da instituição, Shashidhar Reddy.

As autoridades tentam a todo o custo evitar que se repita o balanço trágico do furacão que atingiu a mesma região há 14 anos e matou então cerca de 10.000 pessoas.

Os habitantes das zonas afetadas estão temporariamente alojados em edifícios disponibilizados pelo governo regional ou em mesquitas e templos.

Deixou de haver eletricidade em várias zonas, incluindo em Bhubaneswar, a capital do Estado de Orissa. O Estado vizinho de Andra Pradesh está também a ser afetado.

Este é o ciclone mais forte dos últimos 14 anos, com ventos que ultrapassam os 210 quilómetros/hora.