Última hora

Última hora

Budapeste corre pela Paz

Em leitura:

Budapeste corre pela Paz

Tamanho do texto Aa Aa

A maratona de Budapeste pode estar já na 28ª edição mas só em 2013 foi possível assistir a uma criança palestiniana atravessar a Ponte das Correntes de mãos dadas com uma criança israelita.

Mais que uma simples corrida, tratou-se de uma celebração de paz, com o auxílio da UNICEF. Cinquenta e nove crianças completaram os quarenta e dois quilómetros em estafeta para chamar a atenção para as necessidades dos mais jovens nos países mais pobres.

A classe política também marcou presença e o ministro dos Recursos Humanos, Zoltán Balog, serviu mesmo de guia para uma atleta cega.

Durante a corrida reinou a boa disposição, não só entre os 4300 participantes, mas também entre os espetadores.

A vitória acabou por ser o menos importante numa corrida que transcendeu o próprio desporto. Ainda assim, para a história fica o nome de Józsa Gábor, atleta húngaro que venceu em casa pelo segundo ano consecutivo.