Última hora

Última hora

Rússia aperta cerco a mão de obra estrangeira ilegal

Em leitura:

Rússia aperta cerco a mão de obra estrangeira ilegal

Tamanho do texto Aa Aa

A calma regressou aos bairros de Moscovo palco de violentos confrontos na última noite.

Na origem dos distúrbios: o homicídio de um jovem russo atribuído a um imigrante.

Esta segunda-feira, as autoridades reforçaram o controlo à mão de obra estrangeira ilegal e interpelaram centenas de pessoas.

As imagens captadas pelas câmaras de vigilâncias indicam que o homicida possa ser natural da Ásia Central ou do Cáucaso.

A população aponta o dedo às autoridades.

“Estou admirada com a indiferença da polícia. Há dezenas de emigrantes a viver no mesmo apartamento sem papéis, alguém está a ganhar com isso e ninguém faz nada” afirma uma comerciante russa.

Os protestos da última noite contra o assassinato de um jovem russo degeneraram em manifestações xenófobas e em atos de vandalismo.

Os confrontos com a polícia provocaram dezenas de feridos. Cerca de 400 pessoas foram detidas.

Como medida de prevenção, a Federação dos Imigrantes da Rússia aconselhou os estrangeiros que vivem em Moscovo a permanecer em casa.