Última hora

Última hora

Quase uma centena de mortos no sismo das Filipinas

Em leitura:

Quase uma centena de mortos no sismo das Filipinas

Tamanho do texto Aa Aa

Está confirmada a morte de 93 pessoas vítimas do forte sismo que abalou, esta terça-feira, três ilhas do arquipélago das Filipinas.

As autoridades prevêm que o número de vítimas mortais possa aumentar nas próximas horas, à medida que avançam as operações de socorro e remoção dos escombros dos edifícios que desmoronaram.

Para já, contam-se 15 mortos na ilha de Cebu, um em Siquijor e 77 em Bohol, onde se registou o epicentro do sismo, que atingiu a magnitude de 7.1, na escala de Richter.

Segundo o Instituto Geofísico dos Estados Unidos, o abalo ocorreu às 8 horas e 12 minutos, hora local, a cinco quilómetros a leste de Balilihan, em Bohol, a 20 quilómetros de profundidade.

Um sobrevivente conta: “o sismo passou, mas houve outro tremor a seguir e nós corremos para fora. Todos tentámos fugir, mas houve um enorme bloco de cimento que caiu dos andares superiores do prédio”.

Em Cebu, várias pessoas ficaram soterradas nos escombros do edifício onde os mais desfavorecidos vinham recolher as ajudas sociais.

As autoridades referem que o facto de o terramoto ter ocorrido ao princípio da manhã, num dia feriado, terá limitado o número de vítimas.

As Filipinas estão situadas na cintura de fogo do Oceano Pacífico, onde se alinham centenas de vulcões e são, com frequência, atingida, por sismos e erupções vulcânicas.