Última hora

Última hora

Teerão quer ter direito a enriquecimeno de urânio

Em leitura:

Teerão quer ter direito a enriquecimeno de urânio

Tamanho do texto Aa Aa

Primeiro dia do regresso ao diálogo entre Teerão e o Ocidente em Genebra.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano esboçou uma proposta para restringir o programa nuclear do seu país em troca do direito de enriquecer urânio e de uma flexibilização das sanções que pesam sobre a economia.

Abbas Araghchi declarou que “a negociação está a correr bem, mas ainda é muito cedo para julgar se será possivel chegar a uma conclusão”.

Michael Mann, porta-voz de Catherine Ashton, principal autoridade política externa da União Europeia e negociador neste encontro disse que a proposta iraniana tinha sido “muito útil”.

“Ouvimos dos iranianos uma vontade de ser mais transparente, mais aberta, para discutir, mas obviamente que temos de continuar as discussões para ver o que é que eles querem exatamente. Porque no momento há muitos detalhes que faltam”.

Estas são as primeiras negociações formais entre o gupo dos cinco mais um e o Irão desde a eleição do presidente Hassan Rouhani que tomou posse em agosto.

O correspondente da Euronews comenta:

“O primeiro dia das negociações poderia ter terminado como inutilmente os cinco encontros anteriores, mas ambos os lados têm falado de uma atmosfera muito positiva durante as negociações e o Ocidente tem sublinhado que entraram agora em discussões técnicas detalhadas”.