Última hora

Última hora

Alemanha: CDU e SPD lançam discussões formais para o regresso da "Grande Coligação"

Em leitura:

Alemanha: CDU e SPD lançam discussões formais para o regresso da "Grande Coligação"

Tamanho do texto Aa Aa

Angela Merkel continua em busca de um parceiro de coligação quase um mês depois das eleições na Alemanha. Privada do seu parceiro natural, os liberais – que neste escrutínio ficaram fora do parlamento, a chanceler conservadora vira-se para os sociais-democratas do SPD, depois de consumada a rutura das negociações com os verdes. Uma “Grande Coligação” é a única hipótese do país ter um governo estável, uma vez que a CDU, apesar da vitória, ficou a cinco deputados da maioria absoluta.

Os dirigentes dos dois partidos acordaram esta quinta-feira a abertura de discussões formais. A decisão tem agora que ser validada pelos estados-maiores da CDU e do SPD. As negociações poderão começar na próxima quarta-feira.

Esperam-se conversações duras. A criação de um ordenado mínimo no país foi uma das bandeiras eleitorais dos sociais-democratas que recusam entrar num governo se esta medida não for implementada. Os conservadores não gostam da ideia.

O número de trabalhadores alemães com salários de dois euros por hora aumentou nos últimos anos, em particular no leste do país.