Última hora

Última hora

Acordo comercial UE/Canadá poderá aumentar transações em 23%

Em leitura:

Acordo comercial UE/Canadá poderá aumentar transações em 23%

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia e o Canadá chegaram a um compromisso político, esta sexta-feira, em Bruxelas, sobre um acordo de comércio livre depois de quatro anos de intensas negociações.

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, disse que o acordo marca o “início de uma nova era”, acrescentando que “certamente, do nosso lado, esperamos que ajude a definir alguns padrões para outras negociações, inclusive com os nossos amigos dos Estados Unidos da América.”

As partes esperam que o acordo entre em vigor em 2015 e que aumente em 23% as trocas comerciais.

O primeiro-ministro canadiano, Stephen Harper, explicou que“98 por cento das tarifas, em ambos os sentidos, serão removidas imediatamente após a aplicação do acordo”.

Um dos pontos de mais difícil negociação prendeu-se com os produtos agrícolas, nomeadamente a carne bovina e os produtos lácteos.

Outros setores importantes nas relações comerciais entre os dois blocos são o comércio de automóveis e os serviços financeiros.

As estimativas são de sejam gerados mais 26 mil milhões de euros, por ano, em relação às transações efetuadas até agora.

O correspondente da euronews, James Franey, realça que “o acordo entre UE e Canadá está a ser visto como um modelo para as negociações de livre comércio recentemente iniciadas entre Bruxelas e Washington, e é um exemplo de como os governos de todo o mundo estão a optar por acordos bilaterais. Algo que mostra o pessimismo que rodeia um possível acordo global no âmbito da Organização Mundial do Comércio, cujas negociações se encontram num impasse”.