Última hora

Última hora

Top Clusters Europeus

Em leitura:

Top Clusters Europeus

Tamanho do texto Aa Aa

euronews: “Bem vindos a Business Planet aqui em Esbjerg. Estamos na costa do Mar do Norte, na Dinamarca. Clusters. Existem mais de mil e quinhentos em toda a Europa. Muitos têm um enorme sucesso e conseguem excelentes resultados internacionais para as PME. Vamos ver como funcionam.”

Este cluster é especializado no setor das energias offshore, juntamente com as suas 280 empresas.

Entre outras coisas, esta empresa é especializada em purificação de líquidos e em sistemas de conversão de petróleo.

Faz parte do grupo desde o primeiro dia. Durante os últimos dez anos, o número de empregados aumentou cinco vezes. E abriram subsidiárias no Qatar, na Índia e no México.

Jens Peter Thomsen, Diretor, Ocean Team Scandinavia: “Estamos num grupo de internacionalização. Também estamos num grupo de contratação internacional e submarina e, finalmente, num de energia eólica offshore.”

Para além de estar envolvido em diversos grupos de trabalho, Peter participa em workshops de um dia gocados no “business-to-business”.

Jens Peter Thomsen: “Através dos eventos “BtoB” podemos conhecer 17 pessoas diferentes num dia, parceiros e clientes de todo o mundo. Algo importante para uma empresa pequena como nós.”

euronews: “Para crescer enquanto empresa, uma PME precisa de tirar o máximo partido do seu grupo, uma organização altamente profissional, bem estruturada e competitiva.”

Em reconhecimento da qualidade de gestão da organização, este cluster foi premiado como sendo uma Iniciativa de Excelência a nível europeu. Este aglomerado tem colocado “embaixadores” em países com elevado potencial de crescimento, que implementam projetos de desenvolvimento.

Søren Dybdahl, Offshoreenergy.dk: “Nos últimos dez anos, gerimos ou iniciamos mais de 80 projetos de desenvolvimento. Por exemplo, a rede submarina, uma rede para empresas de tecnologia submarina. Um mercado crescente na Dinamarca”.

Os clusters empresariais criaram 6 mil postos de trabalho nos últimos três anos. Algumas destas empresas têm visto um aumento no volume de negócios de cerca de 60%, principalmente devido à exportação.

Søren Dybdahl: “Algumas empresas, há cinco ou dez anos, não faziam qualquer tipo de exportação. Hoje têm uma taxa de talvez 50 ou 60% baseada na exportação para outros países.”

Jens Peter Thomsen: “Para mim, a chave para o sucesso é o foco nas necessidades dos clientes e através do cluster, não conhecemos apenas pessoas, conhecemos as pessoas certas.”