Última hora

Última hora

Egito: Confrontos junto à Universidade Al-Azahar

Em leitura:

Egito: Confrontos junto à Universidade Al-Azahar

Tamanho do texto Aa Aa

No Egito, os confrontos voltaram a descer à rua, este domingo. No Cairo, a polícia recorreu a gás lacrimogéneo para impedir que apoiantes do presidente deposto, Mohamed Morsi, marchassem até ao local onde estava um acampamento islamita desmantelado há cerca de dois meses.

Parte dos cerca de 100 estudantes que participaram no protesto atirou pedras às forças de segurança que responderam também com disparos para o ar. Uma mulher que se juntou à manifestação criticou veementemente a ação das autoridades, afirmando que “a juventude está a ser morta ou colocada na prisão, acusada de terrorismo. O poder afirma que são terroristas, mas não passam de estudantes”, concluiu.

Durante os confrontos, as autoridades prenderam 11 universitários que participavam no protesto convocado pela Irmandade Muçulmana. Registaram-se ainda confrontos entre apoiantes e opositores de Morsi na Universidade.