Última hora

Em leitura:

Atentado de Volgograd: polícia russa segue pista do Daguestão

mundo

Atentado de Volgograd: polícia russa segue pista do Daguestão

Publicidade

A polícia russa prossegue a investigação, na sequência do atentado à bomba em Volgograd, uma cidade industrial do sul da Rússia.

O ataque foi perpetrado por uma mulher suicida, num autocarro, matando seis pessoas e deixando 30 feridas.

A explosão foi filmada pelos ocupantes de um outro veículo.

Segundo os primeiros dados do inquérito, a autora do ataque é Naïda Asiyalova, casada com um moscovita, Dmitri Sokolov, que se juntou no ano passado à guerrilha do Daguestão.

O atentado, o mais mortífero nos últimos três anos no país, acontece a poucas centenas de quilómetros da estância turística de Sochi, quatro meses antes da inauguração dos Jogos Olímpicos de Inverno.

O presidente, Vladimir Putin, pediu às autoridades que reforcem a segurança na região de forma a tranquilizar organizadores e participantes dos Jogos.

O local onde os atletas olímpicos vão competir situa-se relativamente próximo da fronteira do norte do Cáucaso, onde os insurgentes tentam criar um estado islâmico, recorrendo a ações violentas.

Desde 2010 foram mortas 80 pessoas na Rússia, em atentados organizados pela guerrilha do Daguestão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte