Última hora

Última hora

Moçambique volta a viver momentos de guerra

Em leitura:

Moçambique volta a viver momentos de guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Em Moçambique, na sequência do assalto das forças armadas à base da Renamo, homens armados terão atacado uma coluna militar na região de Muxúnguè, na província de Sofala, uma informação avançada por populares à agência Lusa. Um incidente que acontece quando decorre uma presidência aberta nesta província.

Na madrugada desta terça-feira, a Renamo terá atacado um posto da polícia, levando à fuga da população, em Maríngue, no centro do país.

Para o analista Tomás Vieira Mário as tropas da Renamo podem estar a agir por sua conta:

“Da forma como se diz que Afonso Dhlakama abandonou a sua residência, aparentemente sem tempo para dar instruções claras aos seus homens, onde quer que eles estejam podem, um pouco descomandados, querer fazer retaliações.”

A CPLP vai reunir para decidir se toma uma posição política ou militar. A União Europeia pede um diálogo construtivo e mostra-se preocupada com o retomar da violência. Os Estados Unidos, por seu lado, já pediram o fim das hostilidades e o reinício do diálogo.

Moçambique vive um bom momento em termos económicos com um crescimento previsto na ordem dos sete por cento para este ano.