Última hora

Última hora

EUA suspeitos de escutarem as conversas telefónicas de Angela Merkel

Em leitura:

EUA suspeitos de escutarem as conversas telefónicas de Angela Merkel

Tamanho do texto Aa Aa

Mesmo bem escondido, o telemóvel da chanceler Angela Merkel parece não escapar aos espiões americanos.

A Alemanha convocou o embaixador americano em Berlim para explicar as informações sobre a possível escuta do telemóvel da chanceler. Angela Merkel já falou com Barack Obama sobre o assunto. O presidente norte-americano terá dado garantias de que “não houve nunca nem haverá” escutas ao telefone da chefe do governo alemão.

Mas as autoridades alemãs parecem pouco convencidas. O ministro da Defesa, Thomas de Meziere, afirma:
“Se é verdade o que ouvimos, é muito mau. Os americanos são os nossos melhores amigos, mas isso não vai chegar. Há muitos anos que espero que o meu telefone seja vigiado, mas nunca pensei que os americanos o fizessem”.

Merkel e Hollande vão conversar sobre as escutas à margem da cimeira europeia, que esta tarde tem início em Bruxelas. Mas o assunto poderá mesmo tornar-se num dos principais temas do encontro dos chefes de Estado e de governo.

A França pediu uma reflexão europeia na sequência da notícia do jornal Le Monde, segundo a qual a NSA registou 70 milhões de dados telefónicos em França e outra agência americana espiou as embaixadas francesas.