Última hora

Última hora

A Noruega não vai destruir as armas químicas da Síria

Em leitura:

A Noruega não vai destruir as armas químicas da Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O governo de Oslo rejeitou o pedido de ajuda efetuado pelos Estados Unidos alegando que a Noruega não reúne as condições técnicas e humanas para o fazer, além de não ter legislação adequada para o efeito. A lei norueguesa proíbe o armazenamento de detritos de armas químicas. Por outro lado, o novo governo de Oslo tem pouco mais de uma semana e não dispôs de muito tempo para estudar este dossier.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Borge Brende, afirmou esta sexta-feira que “esta não é uma decisão fácil porque se há uma coisa que o povo norueguês e a Noruega desejam é dar o seu contributo para que estas armas químicas sejam destruídas.”

Um ataque nos arredores de Damasco fez cerca de 1.400 mortos no dia 21 de agosto. Na sequência deste drama, Washington e Moscovo concluíram um acordo para destruir o arsenal de armas químicas do regime sírio.