Última hora

Última hora

Europa pode demorar a recuperar a confiança nos EUA

Em leitura:

Europa pode demorar a recuperar a confiança nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Depois das alegações de que os Estados Unidos espiaram países que são seus aliados, vai demorar algum tempo até que as relações transatlânticas voltem a ser as mesmas. O problema não vai desaparecer da noite para o dia.

Em Washington a Euronews ouviu, sobre esta questão, Annette-Heuser, Diretora Executiva da Fundação Bertelsmann:

“A questão com a Chanceler alemã foi tão evidente que esta se sentiu confortável para telefonar ao Presidente dos EUA para se queixar e isso é muito sério. É um escândalo que não vai desaparecer de um momento para o outro e vai manter-se na ordem do dia nas relações transatlânticas durante algum tempo.”

Segundo a imprensa britânica, em 2006, a Agência de Segurança Nacional americana encorajava altos funcionários da Casa Branca, do Pentágono e de outras agências a partilharem os seus contactos para que os números de telefone dos líderes estrangeiros fossem colocados nos seus sistemas de vigilância.

Numa cidade obcecada com a segurança nacional e que teme ataques terroristas, tudo parece ser tolerado, mesmo entre amigos. O problema é que esse tipo de operações secretas podem ferir gravemente a confiança entre os Estados Unidos e a Alemanha, a França, o Brasil, o México e possivelmente outros países.