Última hora

Última hora

Maria: a filha da pobreza extrema de um casal de ciganos búlgaros

Em leitura:

Maria: a filha da pobreza extrema de um casal de ciganos búlgaros

Tamanho do texto Aa Aa

A menina de quatro anos descoberta num acampamento na Grécia é filha de pais ciganos, originários da Bulgária. Os testes de ADN que tinham descartado a paternidade do casal com quem vivia, no centro da Grécia, permitiram hoje confirmar a identidade dos pais, um casal de ciganos de Nikolaevo, uma pequena cidade do centro da Bulgária.

A avó da criança explica, “a mãe deixou a menina na Grécia em troca de cerca de 100 euros para comprar um bilhete para regressar a casa. Passava todo o dia a chorar pela criança, mas não tinha dinheiro para voltar e tinha que comprar comida e medicamentos para os filhos”.

A pequena Maria deverá chegar nos próximos dias à Bulgária, como explica, a responsável dos serviços socias búlgaros, Ana Kaneva:

“Nós vamos dar toda a assistência à pequena Maria, numa primeira fase num centro de acolhimento e mais tarde numa família adotiva”.

A descoberta da criança tinha levado as autoridades gregas a deter o casal com que vivia, também de etnia cigana, por suspeitas de tráfico de menores.

Segundo a imprensa búlgara a mãe de Maria teria entregue a criança ao casal por não ter meios para se ocupar dela, quando se encontrava na Grécia, para trabalhar na apanha da azeitona.