Última hora

Última hora

República Checa: Viragem à esquerda quase certa

Em leitura:

República Checa: Viragem à esquerda quase certa

Tamanho do texto Aa Aa

Os checos começaram a ir às urnas esta sexta-feira, numa votação que se prolonga durante este sábado.

Espera-se que os Sociais-democratas, liderados por Bohuslav Sobotka, vençam as eleições. A acontecer será uma viragem do país à esquerda depois dos impopulares cortes no orçamento e dos escândalos que levaram à queda do governo de centro-direita.

Vinte e três partidos e movimentos apresentam um total de 5899 candidatos que lutam pelos 200 assentos na assembleia.

Com os eleitores zangados com os partidos, particularmente os de direita, foram criados novos movimentos. Entre as novas formações está o ANO, que significa sim, fundado pelo bilionário, reconhecido pela Forbes, Andrej Babis, que deverá ser a terceira força mais votada atrás dos comunistas.

Espera-se que entre os Sociais-democratas e esta novo partido possa nascer um acordo de governação.