Última hora

Última hora

Geórgia: Aliado do primeiro-ministro é dado como vencedor das presidenciais

Em leitura:

Geórgia: Aliado do primeiro-ministro é dado como vencedor das presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

Na Geórgia, Mikhail Saakashvili, líder da Revolução Rosa, em 2003, sai da cena política ao final de uma década, cedendo a presidência aos adversários da coligação “Sonho Georgiano”, que já tinham vencido as legislativas no ano passado.

As projeções à boca das urnas dão como certa a eleição de Georgy Margvelashvili já este domingo.

O candidato apoiado pelo milionário primeiro-ministro da Geórgia deve obter mais de dois terços dos votos, enquanto o escolhido de Saakashvili, David Bakradze, recolhe à volta de 20% dos sufrágios.

Um triunfo claro para a coligação no poder apesar do abrandamento económico que se sentiu no último ano com o crescimento do PIB a cair para 1,5% no segundo trimestre, contra 8,2% em igual período de 2012.

Após estas eleições, entraram em vigor alterações constitucionais que retiram muitos poderes ao presidente, transferindo-os para o governo e o parlamento desta antiga república soviética do Cáucaso que continua à procura de um equilíbrio difícil nas suas relações com o Ocidente e com a Rússia.