Última hora

Última hora

Marcha contra Putin em Moscovo

Em leitura:

Marcha contra Putin em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento de oposição ao presidente russo concentra-se na praça Pushkin, no centro de Moscovo. A polícia instalou máquinas de deteção de metais e mantém-se atenta à segurança ao mesmo tempo que as ruas estão bloqueadas.

O desfile, que terá reunido cerca de 20 mil pessoas, tem como principal objetivo exigir a libertação dos prisoneiros das manifestações de seis de maio, cerca de duas dezenas de pessoas que se encontram ainda detidas e sem acusação formal.

O líder da oposição, Boris Nemtsov também ele detido e libertado comenta: “ Putin tem realmente medo de que os líderes europeus não venham aos seus Jogos Olímpicos devido à corrupção. Os atletas virão, mas os líderes não poderão vir. Agora é o melhor momento para forçá-lo a libertar os prisioneiros “.

“Não se pode ficar em casa quando a ilegalidade está no poder e nos governa, quando as autoridades não têm limites , quando pessoas inocentes estão atrás das grades e os culpados são os juízes “.

As ações de protesto do dia 6 de maio de 2012 na praça Bolotnaya na capital russa acabaram em violentos confrontos entre manifestantes e a polícia e numerosas detenções.