Última hora

Última hora

Espanha também nas malhas da NSA: 60 milhões de chamadas espiadas num mês

Em leitura:

Espanha também nas malhas da NSA: 60 milhões de chamadas espiadas num mês

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje foi a vez de o governo espanhol chamar o embaixador norte-americano em Madrid, para explicações sobre o escândalo das escutas telefónicas.

O jornal El Mundo publica na edição desta segunda-feira uma manchete, segundo a qual os serviços secretos norte-americanos da NSA espiaram, no espaço de um mês, 60 milhões de chamadas telefónicas em Espanha.

Segundo o jornal, o objetivo não era o conteúdo dos telefonemas, mas o tempo de duração das chamadas e a geolocalização.

A Espanha negou-se a colaborar com a Alemanha e a França, na cimeira europeia da semana passada, para um acordo dos 28 contra a espionagem.

O ministro alemão do Interior, Hans-Peter Friedrich, considera “inaceitável” o que se está a passar, exige “desculpas e o fim das escutas imediatamente”.

Na semana passada foi a vez da Alemanha, com o telefone de Merkel diretamente visado; na semana anterior tinha sido a França a ficar a saber que estava a ser espiada.

Os Estados Unidos continuam a negar as revelações do relatório de Eduard Snowden, o ex- colaborador da NSA, refugiado na Rússia.